Artes Cênicas

projeto-9-em-cena_150x150                                                                    “A vida só é possível reinventada.”

                                                                                           (Cecília Meirelles)

 

Não há dúvida de que toda forma de arte é educativa: aguça nossa sensibilidade, exercita nossa capacidade de refletir, de decifrar metáforas, de simbolizar e de atribuir significados às nossas vidas.

Inserir o teatro na formação de nossos alunos e alunas é respeitá-los enquanto seres criativos que atuam, indagam, transformam a si mesmos e modificam os acontecimentos a seu redor.

O planejamento do trabalho desenvolvido em Artes Cênicas com os alunos do 9º ano é direcionado à aquisição de conteúdos conceituais e procedimentais em relação à ocupação do espaço cênico, à pesquisa de repertório corporal e vocal, e à transposição de linguagens (transformação de um poema em cena, por exemplo). O desenvolvimento tanto de capacidades intrapessoais, como a concentração e a autoconfiança, quanto interpessoais, como a empatia e a cooperação, é fundamental para o trabalho colaborativo tão presente no fazer teatral.

Os alunos vivenciam ativamente a encenação do roteiro proposto pelos professores, pensando e criando cenas a partir da matéria textual. É fundamental que eles estejam capacitados para, além de criar cenas, identificar e relacionar elementos como atuação, cenário, figurino, iluminação e sonoplastia.

A apreciação da obra de arte é fundamental para a formação acadêmica de estudantes, independentemente da área profissional que abraçarão no futuro. Dessa maneira, com o intuito de incentivar o hábito de ir ao teatro e levá-los a perceber o quanto a arte pode responder às nossas inquietações e como fazê-lo pela via da sensibilidade e do apuro estético, propomos, ao longo do ano, que assistam a espetáculos apresentados no auditório da Móbile ou em outros espaços no horário de aula, cuja saída é organizada pela própria escola.

O Projeto 9º Em Cena nasceu dessa trajetória e culmina em apresentações teatrais a convidados, pais e familiares. Essas apresentações não encerram o processo: ao contrário, representam a experiência de momentos únicos e inesquecíveis na vida de cada aluno e aluna.

Entender a escola como instituição que deve estar próxima dos acontecimentos sociais e culturais, e aberta a discutir e participar deles, nos permite sonhar em formar pessoas que se posicionem no mundo de forma ativa, comprometida e digna. Alunos e alunas assim, mais amadurecidos, com horizontes ampliados, certamente poderão fazer escolhas mais fundamentadas para construir seus projetos de vida.