Fechar

Cultura de Mão em Mão

Um dos grandes objetivos do projeto é mostrar a importância do cuidado com o outro e a potência de transformação coletiva que, desde cedo, cada criança já carrega com ela. O projeto consiste em uma ação comunitária que envolve a equipe pedagógica e os alunos do Ensino Fundamental I. Nossas crianças têm a oportunidade de se abrirem para outras experiências, às vezes distantes das delas, despertando sua capacidade de empatia, respeito, cooperação, valorização da diversidade e da responsabilidade social.

“O Cultura de Mão em Mão é um dos vários projetos de ação comunitária que proporcionam aos nossos alunos e alunas a oportunidade de desenvolver atitudes de respeito, cooperação e valorização da diversidade, além de promover a tomada de consciência de que a ação individual pode fazer a diferença para a melhoria de nossa sociedade.”

Ações do Projeto:

Troca de experiências com a instituição parceira;
Sensibilização dos alunos do Ensino Fundamental I da Móbile realizada pela equipe de auxiliares e a coordenadora da série;
Discussão, em sala de aula, sobre os problemas sociais de nossa cidade e levantamento de hipóteses sobre causas e consequências da grande diferença social;
Levantamento de aspectos comuns presentes nos grupos pertencentes a diferentes níveis socioeconômicos;
Apresentação de filmes, fotos e/ou material gráfico das instituições integrantes do projeto;
Apresentação da proposta de troca com a instituição parceira;
Divulgação do projeto para as demais séries do Ensino Fundamental.



Quais instituições já participaram de nosso projeto?

CAJEC, uma ONG que presta assistência a crianças e adolescentes portadores de câncer do Brasil e América Latina (em 2015);
CEU Capão Redondo (em 2015);
ONG TUMM – Todos Unidos Mudaremos o Mundo, situada em Mococa (SP) (em 2015);
CCAs (Centro da Criança e do Adolescente): o NAIA e o CCA Santa Teresa (em 2015);
Centro para Crianças e Adolescentes – CIAP São Patrício (em 2014);
Sociedade Benfeitora Jaguaré;
Viva e Deixe Viver;
Casa de São José;
Projeto Arrastão;
Abrigo Lar Maria e Sininha;
Centro de Recuperação e Educação Nutricional;
Instituição Gente é para Brilhar (doação de 1199 livros, 31 gibis e 75 revistas informativas);
Instituição Arte Educação – Biblioteca;
Quilombo de Ivaporunduva (Petar) – Biblioteca;
Comunidade de moradores do Edifício Prestes Maia – doação de 600 livros de literatura e 320 livros didáticos;
Creche Adélia Curi – doação de 300 livros de literatura;
Instituição Arte Educação (doação de 650 gibis);
Centro de Apoio da Polícia Militar à comunidade carente da Zona Leste – doação de 450 livros de literatura.