Visita ao Aquário de São Paulo

17 de outubro de 2018


Conhecer e vivenciar o trabalho de um cientista é objetivo central do curso de Ciências do 3º ano do Ensino Fundamental. Por meio de experiências, observações e pesquisas, os alunos desenvolvem uma postura investigativa e produzem conhecimentos ativamente, levantando hipóteses, testando-as e formulando suas conclusões a partir da troca com os pares e com o meio. Dessa forma, as crianças percebem o conhecimento científico como um saber vivo e entendem que as descobertas já realizadas estão em constante reformulação e ampliação.

Como parte do estudo sobre os animais vertebrados, os 3os anos visitaram o Aquário de São Paulo e chegaram ao local com um questionário a ser respondido em pequenos grupos. Descobriram que algumas das perguntas propostas eram facilmente respondidas com uma observação atenta voltada aos animais: Qual a cobertura do corpo das raposas voadoras? Como os pinguins se locomovem? A lontra respira debaixo da água ou sobe para a superfície para respirar?

Para responder a outras perguntas, contudo, precisavam de mais informações do que as obtidas apenas com a observação: Por que sempre um dos suricatos fica em pé e atento enquanto os outros se locomovem? Por que os cangurus possuem uma bolsa? Essas e outras perguntas aguçaram a habilidade das crianças de formular hipóteses. Essas hipóteses foram confirmadas ou reelaboradas na escola, no momento em que todos efetuaram pesquisas em livros e em sites científicos, que possibilitaram a ampliação do conhecimento adquirido com as observações dos animais.

Por fim, as crianças experimentaram a última etapa do trabalho científico: a divulgação de suas descobertas. Compartilharam, então, os conhecimentos construídos com os colegas em uma grande apresentação de cartazes e conversa. Durante essa apresentação, todos tiveram oportunidades para fazer perguntas e ampliar seus conhecimentos.